Share: Share on Facebook Share on Twitter Share on LinkedIn I recommend visiting cushmanwakefield.com to read:%0A%0A {0} %0A%0A {1}

Iluminação: Eficiência Energética de Edifícios Corporativos

2/8/2022
Eficiência energética e o uso racional de energia deixou de ser apenas uma tendência de mercado e hoje é um requisito indispensável em um empreendimento corporativo de alto padrão.
Você verá a seguir que a iluminação adequada é um dos pontos que merecem atenção especial em um projeto e ideias de como ela pode ser utilizada a favor da eficiência energética.

Iluminacao

Iluminação: vilã ou aliada?

A iluminação pode representar até 40% do consumo de energia em edifícios, dependendo de sua tipologia e perfil de consumo. O controle de iluminação é definitivamente uma das maneiras mais fáceis de economizar custos de energia e uma das aplicações mais comuns. Aplicando uma solução de controle de iluminação eficaz, por exemplo, os usuários podem facilmente economizar até 50% na conta de eletricidade em comparação às formas tradicionais: “nos dias de hoje, o uso consciente da energia elétrica é fundamental. Uma das medidas que contribuem de forma positiva para a redução do consumo energético é priorizar o uso de lâmpadas e refletores de LED em pontos estratégicos e em áreas comuns, além do uso de sensores de presença com temporizadores, por exemplo”, afirma Marina Andrade, Coordenadora de Projetos e Sustentabilidade na Cushman & Wakefield.
Como funciona na prática?

Atualmente os principais critérios de iluminação eficiente em projetos luminotécnicos ou melhorias em sistemas existentes consistem em: 

  • Adotar como referência normas de eficiência energética, como ASHRAE 90.1-2010, que está sendo utilizada como premissa em projetos que buscam a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) v4
  • Uso de lâmpadas de alta eficiência
  • Utilização de reatores eletrônicos, podendo ser de partida rápida, partida instantânea, de alta performance, dimerizáveis analógicos e dimerizáveis DALI (Digital Addressable Lighting Interface – sistema de automação para iluminação);
  • Sensores de presença em ambientes de curta permanência, como banheiros e corredores.

Todos os critérios são apresentados aos clientes com o propósito de direcionar os projetos para o cenário mais eficiente possível: “é importante ressaltar que para qualquer substituição ou implantação de novas soluções, deve ser feito um estudo técnico para não impactarmos de forma negativa o nível de luminosidade dos ambientes, pois não é simplesmente substituir um equipamento de maior potência por um de menor. Mapear pontos estratégicos de iluminação permite a utilização da luz natural na maior parte do dia e gera economia nas despesas de consumo de energia do cliente a médio e longo prazo”, explica Diego Batista, Analista de Projetos e Sustentabilidade na Cushman & Wakefield.

A utilização da iluminação natural também é um item importante nesse processo. O primeiro passo é integrá-la ao projeto arquitetônico e isso não significa apenas ter aberturas em fachadas ou coberturas, mas também considerar fatores de orientação e materiais utilizados.

Um elemento que provê esse benefício são os brises, que trazem luz natural na quantidade e qualidade necessárias, reduzindo ou eliminando a necessidade de luz artificial em grande parte do dia. É importante que o sistema de iluminação considere estratégias como setorização de circuito e sensores com dimerização para que a iluminação artificial module de acordo com a necessidade.

Um alerta é que todos estes estudos para iluminação natural precisam ser integrados a uma análise de carga térmica do ar-condicionado, pois ao viabilizar o melhor fornecimento desta iluminação, também se aumenta a demanda de ar-condicionado: “há muitas ferramentas que nos permitem prever o desempenho energético de edificações levando em consideração os aspectos de ventilação, iluminação e térmico. Para esses estudos são utilizados softwares para simulação energética com o objetivo de obter uma visão integrada de todo o projeto, nos permitindo assim prever e melhorar, se necessário, seu desempenho”, conta Marina.

Os serviços de Projeto e Desenvolvimento da Cushman & Wakefield vão além do gerenciamento de espaço, custo e cronograma. Consultores estratégicos trazem uma ampla perspectiva para o ciclo de vida imobiliário, o que minimiza riscos, diminui gastos e agrega valor ao longo do processo de design e construção.

 

ARTIGOS APRESENTADOS

Portal facilities
Artigo • Facilities Management

Conheça as funcionalidades do Portal Facilities

Além de todo know-how dos profissionais de Gestão de Facilities, a Cushman & Wakefield disponibiliza aos clientes de FM um software de gestão centralizada que visa atender com qualidade as necessidades de governança e administração dos serviços de manutenção predial, manutenção especializada e dos softservices.

Rodrigo Costev • 6/6/2024
Edificio Barao de Maua
Artigo • Labor / Talent

Edifício Barão de Mauá: do retrofit à reocupação

Após um importante retrofit, finalizado em 2018, o Edifício Barão de Mauá ressurge repaginado no mercado imobiliário carioca para continuar escrevendo sua história no coração da cidade.

 

Stela Hirata • 6/5/2024

NÃO ENCONTROU O QUE PROCURA?

Entre em contato com um de nossos profissionais.

A Cushman & Wakefield utiliza cookies para analisar o tráfego e melhorar a experiência de navegação do usuário neste website. Feche este diálogo para confirmar o seu consentimento, ou visite esta página para saber mais:
Informações Importantes sobre cookies

Mais opções
Concordar e Fechar
These cookies ensure that our website performs as expected,for example website traffic load is balanced across our servers to prevent our website from crashing during particularly high usage.
These cookies allow our website to remember choices you make (such as your user name, language or the region you are in) and provide enhanced features. These cookies do not gather any information about you that could be used for advertising or remember where you have been on the internet.
These cookies allow us to work with our marketing partners to understand which ads or links you have clicked on before arriving on our website or to help us make our advertising more relevant to you.
Agree All
Reject All
SAVE SETTINGS